Comissão do Orçamento aprova relatório com alta do PIB de 2,5% em 2018

SÃO PAULO (Reuters) - A Comissão Mista de Orçamento aprovou nesta terça-feira (22) o relatório de receitas do projeto de lei orçamentária anual (PLOA) com receitas primárias adicionais de R$ 4,9 bilhões para a União, e um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,5%, em lugar dos 2% estimados pelo governo.

Em seu relatório, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) avalia que a expansão do PIB representará uma elevação de R$ 3,6 bilhões na arrecadação de tributos. Além disso, os cofres federais também devem receber R$ 1,9 bilhão a mais em contribuições previdenciárias e R$ 105,3 milhões com salário-educação. Outros R$ 696 milhões serão repassados pela União a Estados e municípios.

"A receita de tributos e contribuições reagirá rapidamente ao maior dinamismo da atividade econômica e dos negócios", disse o senador, de acordo com nota divulgada por sua assessoria.

Na mais recente pesquisa semanal Focus, realizada pelo Banco Central com mais de 100 economistas, a previsão de crescimento da economia em 2018 subiu para 2,51% na semana passada, ante 2,5% previstos anteriormente.

Inicialmente, o relator pretendia incluir uma projeção de crescimento da economia de 3%, o que resultaria em um aumento de R$ 8 bilhões a R$ 10 bilhões nas receitas orçamentárias, como relatado pela Reuters na semana passada.

(Por Iuri Dantas)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos