Bolsas

Câmbio

Primeiro grande investidor do Facebook vende maioria de sua participação na empresa

Supantha Mukherjee e David Ingram

  • Fred Prouser/Reuters

    Peter Thiel é cofundador do PayPal e se tornou investidor do Facebook em 2004

    Peter Thiel é cofundador do PayPal e se tornou investidor do Facebook em 2004

(Reuters) - O primeiro investidor importante do Facebook, Peter Thiel, vendeu três quartos (ou 75%) de sua participação remanescente na rede social como parte de um plano de negociação previamente estabelecido, de acordo com documentos enviados ao órgão regulador do mercado.

Thiel, que é membro do conselho do Facebook, já havia vendido mais de US$ 1 bilhão em ações antes de enviar o comunicado ao mercado na terça-feira (21).

Ele disse que vendeu mais 160.805 ações por cerca de US$ 29 milhões, ficando com participações em 59.913 ações Classe A da empresa.

Thiel cofundou o serviço de pagamento PayPal e se tornou investidor do Facebook em 2004 com um aporte inicial de US$ 500 mil em uma avaliação de US$ 5 milhões.

Único grande nome no Vale do Silício a apoiar o presidente Donald Trump, alguns pediram a remoção de Thiel do Conselho do Facebook. O executivo-chefe e cofundador, Mark Zuckerberg, contudo, disse que Thiel deveria ficar, citando a importância da diversidade de opinião na empresa.

Um representante do Facebook chamou de rotineiras as vendas de Thiel e disse que não há nada de novo a comentar sobre o assento do investidor no Conselho da empresa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos