Bolsas

Câmbio

Confiança do comércio no Brasil recua em novembro com piora da percepção atual, diz FGV

SÃO PAULO (Reuters) - A piora da percepção da situação atual pressionou a confiança do comércio no Brasil, que recuou em novembro após duas altas consecutivas e destaca a recuperação gradual da economia, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) do Brasil registrou em novembro queda de 0,1 ponto e foi a 92,4 pontos, segundo a FGV.

O resultado foi influenciado pelo Índice da Situação Atual (ISA-COM), que caiu 0,8 ponto no mês e foi a 85,4 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE-COM) avançou 0,7 ponto, atingindo 99,9 pontos.

"O resultado de novembro pode ser interpretado como uma

relativa acomodação da confiança do comércio após dois meses

em forte elevação", disse em nota o coordenador da Sondagem do Comércio da FGV IBRE, Rodolpho Tobler.

Ele destacou ainda que a melhora das expectativas reforça a perspectiva de manutenção da tendência de retomada do setor no ano, sob influência da inflação e juros baixos, além da melhora da confiança dos consumidores.

Nesta terça-feira, a FGV informou ainda que a confiança do consumidor avançou em novembro diante das perspectivas melhores para o emprego e com a inflação e os juros em baixa, chegando ao melhor nível em três anos.

(Por Thais Freitas)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos