Bolsas

Câmbio

Joesley Batista permanece em silêncio em CPI, dizem advogados

BRASÍLIA (Reuters) - Orientado por sua defesa, o empresário Joesley Batista, um dos controladores da JBS, evocou nesta terça-feira o direito de permanecer em silêncio durante depoimento em sessão conjunta das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) do BNDES e da JBS.

Segundo os advogados de Joesley, o empresário segue colaborando com a Justiça e, em respeito à ampla defesa e ao contraditório, evocará as garantias constitucionais para permanecer em silêncio.

No início do mês, o empresário Wesley Batista, irmão de Joesley, optou por não responder os questionamentos durante a CPI mista da JBS.

Os irmãos Batistas, que fecharam acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal, estão presos preventivamente desde setembro no âmbito da Operação Tendão de Aquiles por suposta prática de crime de insider trading -- uso de informação privilegiada para lucrar no mercado financeiro.

(Por Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos