Bolsas

Câmbio

Futuros de aço caem na China, mas têm maior ganho semanal desde agosto

Por Manolo Serapio Jr

MANILA (Reuters) - Os contratos futuros de aço na Bolsa de Xangai fecharam em queda nesta sexta-feira, mas operaram perto do nível mais forte desde meados de setembro e registraram o maior ganho semanal em quatro meses, sustentados pela oferta apertada no principal produtor mundial.

Unidades siderúgicas no norte de China foram obrigadas a reduzir o processo de sinterização pela metade entre novembro e março, em um esforço de Pequim para conter a poluição. A sinterização, na qual o minério de ferro é processado antes da fabricação de aço propriamente dita, gera muita fumaça.

O contrato mais ativo do vergalhão de aço na Bolsa de Xangai fechou em queda de 0,5 por cento, a 3.977 iuanes (602 dólares) por tonelada.

Mas o produto atingiu mais cedo 4.018 iuanes, não muito longe da máxima intradiária de quinta-feira, de 4.043 iuanes, que foi o maior nível desde 13 de setembro.

O vergalhão ganhou quase 5 por cento neste semana, o maior avanço desde o início de agosto.

Na Bolsa de Dalian, o minério de ferro chegou a subir até 529 iuanes por tonelada, o maior nível desde 19 de setembro, antes de fechar em 526 iuanes, alta de 1,9 por cento.

(Por Manolo Serapio Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos