Bolsas

Câmbio

Bovespa sobe com melhora em humor sobre Previdência e ganhos da Vale

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista operava no azul nesta segunda-feira, com alguma expectativa de que a votação da reforma da Previdência poderá ocorrer ainda este ano, em sessão que tinha as ações da Vale entre as maiores influências positivas.

Às 11:28, o Ibovespa subia 0,83 por cento, a 72.861,5193354 pontos. O giro financeiro era de 1,084 bilhão de reais.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), adotou um tom mais otimista sobre o andamento da reforma na noite passada, após reunião com o presidente Michel Temer, líderes e presidentes de partidos da base aliada e ministros, afirmando que as lideranças das siglas que dão sustentação a Temer manifestaram apoio à reforma.

Maia disse esperar ter uma ideia até a próxima quinta-feira de quantos votos favoráveis à reforma da Previdência há na Casa.

Apesar da leve melhora no humor, no entanto, o tom de cautela ainda segue rondando os negócios, e a volatilidade é esperada ao longo dos próximos dias, de olho em toda a movimentação para emplacar a votação em primeiro turno na Câmara dos Deputados ainda este ano. Segundo operadores, o receio é que se o processo for totalmente adiado para 2018, ano eleitoral, o a dificuldade de aprovar a reforma será maior.

"Assim, os agentes do mercado irão seguir a semana com luz amarela e com o dedo no gatilho", escreveram os analistas da corretora Magliano, em nota a clientes.

No exterior, o humor também é mais favorável após o Senado dos Estados Unidos aprovar no sábado uma ampla reforma tributária, em uma vitória para o presidente Donald Trump. No que deve ser a maior reforma tributária dos EUA desde a década de 1980, os republicanos querem aumentar a dívida nacional de 20 trilhões de dólares em 1,4 trilhão ao longo de 10 anos para financiar as mudanças, que eles dizem vão impulsionar ainda mais uma economia já em crescimento.

DESTAQUES

- VALE ON subia 2,62 por cento, após os fortes ganhos para os contratos futuros do minério de ferro na China, que dispararam nesta sessão devido a cortes de produção ordenados por Pequim, que têm gerado uma oferta restrita de alguns produtos.

- USIMINAS PNA avançava 1,46 por cento, GERDAU PN tinha alta de 1,72 por cento e CSN ON ganhava 1,48 por cento, também na esteira dos ganhos dos contratos futuros de minério de ferro e de aço na China.

- BRADESCO PN subia 1,72 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN tinha alta de 1,21 por cento, ajudando o tom positivo do índice devido ao peso em sua composição. Os demais bancos que fazem parte do Ibovespa também mostravam ganhos, com SANTANDER UNIT em alta de 0,68 por cento e BANCO DO BRASIL ON avançando 2,4 por cento.

- PETROBRAS PN caía 0,26 por cento e PETROBRAS ON tinha perda 0,74 por cento, tirando força do índice devido à participação em sua composição, em sessão de perdas para os preços do petróleo no mercado internacional.

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos