Bolsas

Câmbio

Ministro da Agricultura declara Amazonas livre da febre aftosa com vacinação

SÃO PAULO (Reuters) - O Amazonas foi reconhecido como zona livre da febre aftosa com vacinação, segundo documento assinado pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e pelo governador do Estado, Amazonino Mendes, nesta segunda-feira, um passo importante em direção a tornar-se um Estado exportador.

"O Amazonas, assim como os demais Estados da federação brasileira, hoje se coloca com a mesma possibilidade de exportação de carne bovina, de suína, e de outras carnes", disse Maggi, em nota.

Segundo o Ministério da Agricultura, a região amazônica, que inclui outros Estados, conta atualmente com rebanho de mais de 48 milhões de cabeças, entre bovinos e bubalinos.

Maggi também declarou que até 2023 o Brasil será livre de febre aftosa sem vacinação, status atual de Santa Catarina --a maior parte do país é livre de aftosa, mas com vacinação.

O ministro também ressaltou que a medida é uma conquista significativa para o Estado, uma vez que reduz sua dependência sobre a zona franca de Manaus, atualmente a principal fonte de renda.

(Por Laís Martins)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos