Bolsas

Câmbio

Bolsas dos EUA recuam pela 4ª sessão seguida, contidas por alta em ações de tecnologia

Por Noel Randewich

SÃO PAULO (Reuters) - O S&P 500 teve leve queda nesta quarta-feira, com Microsoft e outras ações do setor de tecnologia tendo ganhos modestos, mas não compensando totalmente as perdas de ações ligadas à indústria petrolífera, após a queda de mais de 2 por cento nos preços do petróleo.

Foi a quarta sessão negativa seguida do índice, a primeira sequência deste tipo desde março, ressaltando a incerteza de investidores enquanto republicanos no Senado dos EUA tentam conciliar a sua versão da reforma tributária com a da Câmara dos Deputados do país.

"É difícil especular sobre o que a lei final vai dizer", afirmou Sean O'Hara, diretor na Pacer Financial.

A reforma aprovada no sábado por senadores republicanos incluiu uma mudança de último minuto para manter a taxa mínima alternativa para empresas, ou AMT na sigla em inglês, que havia sido retirada inicialmente. Incluir a AMT pode negar partes da lei que são tidas como benéficas para companhias de tecnologia e outras empresas.

Ações de Microsoft, Facebook e da holding do Google, Alphabet, subiram mais de 1 por cento, com o setor de tecnologia se recuperando de vendas recentes.

O preço do petróleo atingiu mínimas de dois anos, depois que um aumento inesperado nos estoques dos EUA de produtos refinados indicou que a demanda estaria em baixa.

Schlumberger, Exxon e Chevron caíram de 0,6 a 2,17 por cento.

O Dow Jones caiu 0,16 por cento, para 24.140 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,01 por cento, a 2.629 pontos, e o Nasdaq avançou 0,21 por cento, para 6.776 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos