Superintendência do Cade recomenda aprovação de compra pela JSL do grupo Borgato

SÃO PAULO (Reuters) - A Superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a aprovação, sem restrições, da compra pela empresa de logística JSL do grupo paulista Borgato, que atua na revenda de caminhões, equipamentos e máquinas pesadas voltados ao setor agrícola.

O Cade avaliou o impacto da operação para os mercados de venda de caminhões, máquinas e equipamentos agrícolas e de construção usados, além da gestão e terceirização de frotas de caminhões e máquinas e equipamentos, e concluiu que a operação não levanta maiores preocupações em termos concorrenciais no Brasil.

A JSL disse em novembro, por ocasião do anúncio da operação, que a compra faz parte da sua estratégia de crescimento no segmento de locação e comercialização de veículos e máquinas pesados e contribuirá para a sua desavalancagem. [nL1N1NU1J0]

O grupo Borgato, fundado em 1987, e com sede em Ribeirão Preto (SP), tem 18 lojas em São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais. O faturamento do grupo em 2016 foi de 186 milhões de reais.

(Raquel Stenzel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos