Balança comercial da China tem desempenho melhor que esperado em novembro

PEQUIM (Reuters) - As exportações e importações da China aceleraram inesperadamente no mês passado, sinal encorajador para a segunda maior economia do mundo, embora analistas esperem que o crescimento desacelere em meio à ação do governo sobre riscos financeiros e fábricas poluidoras.

As exportações em novembro aumentaram 12,3 por cento sobre um ano antes, ritmo mais rápido em oito meses, lideradas por fortes vendas de produtos eletrônicos e alta tecnologia, enquanto as compras de commodities ajudaram a levantar as importações.

O número bateu a previsão de analistas de aumento de 5 por cento e foi bem melhor que a expansão de 6,9 por cento em outubro.

As importações cresceram 17,7 por cento na mesma base de comparação, informou a Administração Geral das Alfândegas nesta sexta-feira, bem acima das expectativas de crescimento de 11,3 por cento.

Com isso, o saldo da balança comercial do país ficou positivo em 40,21 bilhões de dólares no mês passado, contra estimativa em pesquisa Reuters de 35 bilhões de dólares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos