Bolsas

Câmbio

União Europeia deve aprovar fusão de Luxottica e Essilor sem restrições, dizem fontes

Por Foo Yun Chee e Julia Fioretti

BRUXELAS (Reuters) - A italiana Luxottica e o grupo francês de óculos Essilor devem receber a aprovação antitruste incondicional da União Europeia para a sua fusão de 48 bilhões de euros (56,8 bilhões de dólares), disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto na quinta-feira.

O acordo entre a Luxottica, a maior fabricante de armações de óculos do mundo, e a Essilor, maior fabricante mundial de lentes, deve criar uma empresa com produtos que variam desde Ray-Bans e armações Giorgio Armani e terá uma grande rede de óticas.

A Comissão Europeia, que teve algumas preocupações iniciais sobre o mega acordo, não quis comentar. A Luxottica também se recusou a comentar.

No Brasil, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) declarou na semana passada "complexa" a operação internancional e solicitou uma análise econômica da operação.

O negócio foi avaliado em 46 bilhões de euros quando anunciado em janeiro. Com a valorização das ações das empresas, o valor foi elevado para 48 bilhões de euros.

(Com reportagem adicional de Agnieszka Flak em Milão)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos