ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Vale ajuda a amparar movimento de ajuste e Ibovespa tem leve alta; BR estreia com ganho de 7%

15/12/2017 19h12

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice acionário da B3 fechou em leve alta nesta sexta-feira, com os ganhos da mineradora Vale ajudando a manter o tom positivo e amparando o movimento de ajuste após as quedas nos dois pregões passados.

A sessão foi marcada ainda pela estreia dos papéis da BR Distribuidora na bolsa, que registraram alta expressiva e movimentaram 766 milhões de reais.

O Ibovespa fechou em leve alta de 0,25 por cento, a 72.607 pontos, terminando a semana com perda acumulada de 0,17 por cento.

O giro financeiro somou 17,6 bilhões de reais, inflado pelo leilão programado de compra e venda de ações ordinárias da Itaúsa, que não fazem parte do Ibovespa e fecharam a sessão com um giro financeiro de 4,5 bilhões de reais. O volume também ganhou impulso do rebalanceamento trimestral da carteira do índice global FTSE.

O movimento de ajuste veio após o índice cair nos dois pregões anteriores, pressionado pelo adiamento da votação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados para fevereiro 2018. Apesar das dúvidas em relação à capacidade do governo de aprovar a proposta no próximo ano, antes do início do processo eleitoral, a confirmação do adiamento tira uma incerteza que vinha provocando forte volatilidade no mercado.

"A reforma da Previdência era o grande motivador do mercado recentemente e isso acalmou um pouco agora", disse o gerente de renda variável da corretora H.Commcor Ari Santos, acrescentando que a espera pela votação em meio ao recesso no Congresso vai abrir espaço para que o mercado acionário volte a reagir ao noticiário econômico nacional e internacional.

O bom humor em Wall Street, na esteira do otimismo com o avanço da reforma tributária norte-americana, também ajudou a manter o tom positivo do mercado local.

DESTAQUES

- BR DISTRIBUIDORA ON fechou o primeiro dia de negócios B3 com negociada a 16 reais, alta de 6,67 por cento ante a precificação da oferta inicial de ações, de 15 reais. As ações, que não fazem parte do Ibovespa, representaram o maior giro financeiro na bolsa nesta sessão.

- PETROBRAS PN caiu 0,4 por cento e PETROBRAS ON teve alta de 1,58 por cento, em sessão sem viés único para os preços do petróleo no mercado internacional.

- VALE ON ganhou 1,79 por cento, em sessão positiva também para os contratos futuros do minério de ferro na China.

- ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES ON avançou 4 por cento, liderando a ponta positiva do Ibovespa. No radar estava a suspensão pelo Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ) por 30 dias todas as demissões de professores feitas pela empresa recentemente.

- RUMO ON caiu 2,07 por cento, liderando a ponta negativa do índice, com receios sobre risco de adiamento no processo de renovação da concessão da Malha Paulista.

Mais Economia