ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Bovespa tem leve oscilação de olho situação fiscal; Petrobras é destaque positivo

21/12/2017 11h46

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista oscilava perto da estabilidade nesta quinta-feira, tendo as ações da Petrobras entre as principais influências positivas, após a empresa apresentar seu plano de negócios, enquanto a cautela com a situação fiscal ainda pressionava os negócios.

Às 11:39, o Ibovespa subia 0,02 por cento, a 73.378 pontos. O giro financeiro era de 1,6 bilhão de reais.

Sem um noticiário mais contundente que guie o rumo dos negócios e com a proximidade do fim de ano e consequente diminuição da liquidez, o mercado aguarda ainda alguma volatilidade ao longo da sessão e nos próximos dias.

"Desde o anúncio de adiamento da votação da reforma da Previdência, os mercados de risco mostram volatilidade, sem encontrar direção mais consistente", escreveu o economista-chefe da corretora Modalmais, Alvaro Bandeira.

Localmente, o tom de cautela ainda persiste devido aos receios sobre um possível rebaixamento na nota de crédito do Brasil por parte das agências de classificação de risco, devido à situação fiscal do país.

Por outro lado, dados econômicos seguem indicando um cenário mais benigno para uma recuperação da economia. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) fechou este ano com alta acumulada de 2,94 por cento, patamar mais baixo desde 1998. A prévia da inflação oficial do país indicou que os preços devem encerrar 2017 abaixo do piso da meta do governo, garantindo espaço para o Banco Central continuar com o corte dos juros.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN subia 1,25 por cento e PETROBRAS ON avançava 0,94 por cento, após a empresa divulgar seu plano de negócios com previsão de investimentos de 74,5 bilhões de dólares entre 2018 e 2022, leve alta na comparação com o total previsto no plano anterior (2017-2021), de 74,1 bilhões de dólares.

- ELETROBRAS ON tinha alta de 1,05 por cento e ELETROBRAS PNB ganhava 1,72 por cento, tendo como pano de fundo a expectativa em torno do processo de privatização, após o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, dizer na véspera que o projeto de lei para viabilizar a privatização da elétrica poderá ser enviado ao Congresso Nacional até o fim desta semana.

- VALE ON avançava 0,33 por cento, em sessão de alta para os contratos futuros do minério de ferro na China.

- USIMINAS PNA tinha valorização de 1,67 por cento, CSN ON ganhava 0,64 por cento e GERDAU PN caía 0,81 por cento, também tendo no radar o avanço nos contratos futuros do minério de ferro e do aço na China e diante de perspectivas otimistas para reajustes em preço do aço.

(Por Flavia Bohone)

Mais Economia