Bolsas

Câmbio

Importações da China fazem preço do cobre subir ao maior nível em 4 anos

Por Pratima Desai

LONDRES (Reuters) - Os preços do cobre subiram para máximas em quatro anos nesta quarta-feira, após a divulgação de um salto nas importações chinesas do metal em novembro impulsionar expectativas sobre demanda forte no maior consumidor global.

Operadores disseram que o rali do cobre acelerou após a abertura dos mercados em Nova York, com fundos dos Estados Unidos aproveitando a tendência de alta.

O contrato de referência do cobre na bolsa de metais de Londres subia 1,6 por cento, para 7.239 dólares a tonelada, após chegar a tocar 7.241 dólares, maior nível desde janeiro de 2014.

Os preços do metal, utilizado amplamente no setor de elétrico e no de construção acumulam alta de mais de 10 por cento em dezembro, enquanto somam valorização de quase 30 por cento no ano até o momento.

"Os dados comerciais da China colocaram fogo no mercado de cobre. O sentimento é muito altista", disse um operador de cobre, adicionando que pode haver alguma volatilidade em caso de queda nos volumes.

As importações de cobre da China subiram para 329.168 toneladas em novembro, alta de 19 por cento na comparação anual. No acumulado dos primeiros 11 meses do ano, no entanto, as importações somam 2,915 milhões de toneladas, queda de mais de 10 por cento ante mesmo período de 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos