Bolsas

Câmbio

Ibovespa sobe no último pregão do ano, fecha 2017 com alta de quase 27%

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista encerrou no azul pelo sexto pregão consecutivo nesta quinta-feira, acumulando valorização de 26,8 por cento em 2017, com investidores aproveitando o último pregão do ano para ajustar suas posições e carteiras.

O Ibovespa fechou a sessão com avanço de 0,43 por cento, a 76.402 pontos, perto da máxima do dia. O indicador ganhou 6,15 por cento em dezembro e 26,85 por cento em 2017. O giro financeiro do pregão somou 7,036 bilhões de reais.

Na avaliação de operadores, dados econômicos mais positivos no Brasil e o bom humor dos investidores no mercado externo permitiram ao Ibovespa esticar a sequência de altas e terminar o ano acima dos 76 mil pontos.

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) terminou 2017 com deflação pela primeira vez em oito anos, diante da queda dos preços no atacado, acumulando um recuo de 0,52 por cento no ano, ante alta de 7,17 por cento em 2016, conforme a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Separadamente, a FGV informou que a confiança da indústria no país fechou 2017 em 99,6 pontos, no melhor nível em quase quatro anos.

Mas ainda persiste um sentimento de cautela em meio à possibilidade de rebaixamento da nota de crédito do Brasil por agências de classificação de risco, alertaram agentes do mercado ouvidos pela Reuters.

Menos movimentado, o noticiário político também continuará no radar na entrada do Ano Novo, com participantes do mercado atentos às articulações do governo para aprovar a reforma da Previdência, em votação prevista para fevereiro.

"Sem reformas, a sinalização para os investidores locais e internacionais será ruim e as agências de classificação de risco podem promover rebaixamento da classificação, dificultando tudo mais um pouco num ano de eleições complicadas e ainda sem direção", escreveu Alvaro Bandeira, economista-chefe da Home Broker Modalmais, em comentário aos clientes.

DESTAQUES

- ELETROBRAS ON subiu 5,22 por cento, e ELETROBRAS PNB ganhou 4,61 por cento, anulando as perdas da véspera para encerrar entre os destaques positivos do Ibovespa em meio a expectativas com a venda de distribuidoras.

- SMILES ON se valorizou 2,15 por cento, após anúncio de que a empresa pagará 0,6 por cento a menos pelas passagens adquiridas da Gol a partir de 1º de janeiro, no âmbito de contrato assinado há 5 anos.

- ITAÚ UNIBANCO PN avançou 0,26 por cento. Entre os destaques estava a notícia de que a Superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiu recomendar aprovação "condicionada" da compra pelo banco de uma fatia de 49,9 por cento da XP Investimentos.

- PETROBRAS PN subiu 0,31 por cento, e PETROBRAS ON ganhou 0,89 por cento, apoiando-se na firmeza dos preços internacionais do petróleo. A estatal pré-pagou 28,2 bilhões de dólares em dívidas em 2017.

- VALE ON teve alta de 1 por cento, na esteira do avanço das cotações do minério de ferro na China.

- CCR ON avançou 0,06 por cento, após o Tribunal de Contas da União (TCU) suspender em caráter cautelar a reabertura do aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte (MG), para voos interestaduais, uma decisão recebida "com otimismo" pela operadora de concessões de infraestrutura.

- GENERAL SHOPPING ON saltou 16,53 por cento, reagindo à venda de 70 por cento do Internacional Shopping Guarulhos, um dos principais ativos do portfólio, para a unidade do grupo israelense Gazit por 937 milhões de reais.

- ESTÁCIO ON recuou 3,13 por cento, liderando a ponta negativa do Ibovespa, conforme investidores aproveitaram para embolsar parte dos ganhos obtidos com a ação, que subiu mais de 100 por cento este ano.

- LOCALIZA ON cedeu 1,21 por cento, entre os piores desempenhos do Ibovespa, após a rival Locamerica anunciar acordo para comprar a Unidas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos