ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Temer sanciona lei que permite capitalizar a Caixa em até R$15 bi com recursos do FGTS

04/01/2018 14h28

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente da República, Michel Temer, sancionou nesta quinta-feira uma lei que permite a capitalização de até 15 bilhões de reais na Caixa Econômica Federal com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), informou o banco estatal.

A lei, aprovada pelo Senado e pela Câmara dos Deputados, autoriza o Conselho Curador do FGTS a comprar instrumentos híbridos de capital e dívida da Caixa.

O banco tem pressa para reforçar seu nível de capital e enquadrar-se aos níveis de Basileia III.

A Caixa calcula que terá à disposição cerca de 300 bilhões de reais para empréstimos até 2021, sobretudo de recursos do FGTS para financiamento imobiliário.

"Isso exige que o banco tenha uma capitalização extra de cerca de 25 bilhões de reais", afirmou o banco à Reuters.

Como o banco em tese poderá usar outros recursos para se capitalizar, como parte de lucros retidos, a avaliação interna é que a Caixa pode não usar todo o montante liberado.

Essa operação, no entanto, só acontecerá após um aval do Tribunal de Contas da União (TCU), que vai avaliar questionamento do Ministério Público de que a operação pode ser considerada como desvio de finalidade dos recursos do FGTS, voltados à habitação, saneamento e infraestrutura, para dar tratamento privilegiado à Caixa.

(Por Aluísio Alves)

Mais Economia