Bolsas

Câmbio

Tarifas de energia no Reino Unido devem ganhar teto de preços até o Natal de 2018

LONDRES (Reuters) - Um plano do governo do Reino Unido para estabelecer um teto sobre as tarifas mais comumente utilizadas para gás e eletricidade, com impacto em milhões de residências, deverá entrar em vigor até o Natal de 2018, disse o órgão regulador Ofgem nesta quarta-feira.

A primeira-ministra Theresa May disse em outubro que iria impor controles para combater o que chamou de "preços exorbitantes da energia", após as contas de luz no Reino Unido terem dobrado ao longo da última década.

O chefe da Ofgem, Dermot Nolan, disse que para que a medida entre em vigor até o Natal ela precisa ser convertida oficialmente em lei antes do recesso de verão do parlamento britânico, em 20 de julho.

Ele falou durante um comitê parlamentar.

Uma vez que a lei seja aprovada, a Ofgem precisaria lançar um processo de consulta que duraria de 50 a 60 dias e ainda dar um prazo para que os fornecedores de energia se adaptem às mudanças.

A Ofgem deverá estabelecer um teto de preços para as chamadas tarifas padrão variáveis, contrato mais comum entre as elétricas e consumidores, e para a tarifa básica que os fornecedores podem cobrar caso um cliente não escolha um contrato específico de suprimento.

(Por Susanna Twidale)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos