ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Venda de títulos faz bolsas caírem, mas impulsiona ações de bancos

10/01/2018 16h19

Por Julien Ponthus

LONDRES (Reuters) - Os principais índices acionários europeus fecharam em queda nesta quarta-feira, com a maioria dos setores no vermelho - exceção para o setor bancário, sensível à taxa de juros- diante de preocupações sobre a direção do mercado de títulos.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,32 por cento, a 1.568 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,38 por cento, a 399 pontos.

Os retornos dos títulos globais atingiram picos de muitos meses após oficiais da China recomendarem a diminuição ou interrupção das compras de papéis do governo norte-americano.

O retorno do Treasuries de 10 anos registraram a máxima em 10 meses, enquanto o rendimento do título de 10 anos da Alemanha também atingiu o nível mais alto desde a reunião de outubro do Banco Central Europeu, quando as autoridades anunciaram pela primeira vez a prorrogação de seu esquema de compra de títulos.

Os setores de farmacêuticos, serviços públicos e consumo caíram, já que a alta nos rendimentos dos títulos reduzia a atratividade de seus dividendos estáveis. Os produtores de aço registraram as maiores quedas entre os recuros básicos.

Os bancos avançaram 2,1 pro cento para seu nível mais elevado em mais de dois anos, uma vez que taxas de juros mais altas geram mais receita e lucro para eles.

RBS avançou 4,6 por cento, Commerzbank e Intesa Sanpaolo estiveram entre os maiores ganhos do setor, com avanço de mais de 4 por cento.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 0,32 por cento, a 1.568 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,23 por cento, a 7.748 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,78 por cento, a 13.281 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,35 por cento, a 5.504 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,66 por cento, a 23.157 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,02 por cento, a 10.428 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,07 por cento, a 5.657 pontos.

(Reportagem de Julien Ponthus)

Mais Economia