Bolsas

Câmbio

Noruega vê produção de óleo e gás perto de recorde em 2022 com alta em investimento

Por Nerijus Adomaitis

STAVANGER, Noruega (Reuters) - Os investimentos da Noruega em petróleo e gás começarão a aumentar em 2018 após terem caído nos últimos quatro anos, ajudando a impulsionar a produção para níveis próximos de recordes nos próximos cinco anos, afirmou nesta quinta-feira o órgão diretivo da indústria de petróleo do país, NPD.

Em 2022, o volume de produção combinado de petróleo e gás dos campos do país poderia se aproximar dos níveis vistos pela última vez em 2004, o mais alto registrado, acrescentou.

"Esta é uma boa notícia, porque todos estão falando sobre a eliminação progressiva da atividade petrolífera norueguesa e, pelo menos nos próximos 10 anos, não vemos isso", disse o diretor-geral da NPD, Bente Nyland, à Reuters.

Para que a produção seja mantida em níveis elevados além de 2025, mais recursos lucrativos devem ser comprovados, incluindo nas principais descobertas, disse o órgão, acrescentando que isso exigiria um aumento na exploração em áreas maduras e fronteiriças.

A produção combinada de petróleo e gás da Noruega atingirá 4,4 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d) em 2022, segundo o NPD, um aumento de 10 por cento em relação a previsão de 4 milhões de boe/d para 2018.

Os investimentos, excluindo os custos de exploração, deverão aumentar ligeiramente em 2018, para 122 bilhões de coroas norueguesas (15,13 bilhões de dólares), e para cerca de 140 bilhões de coroas em cada um dos anos de 2019 e 2020, disse o NPD.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos