Vendas de materiais de construção no Brasil caem 4% em 2017, Abramat vê alta em 2018

SÃO PAULO (Reuters) - O faturamento da indústria de materiais de construção do Brasil em 2017 caiu 4 por cento na comparação anual, na esteira de cortes de gastos públicos, instabilidade política e paralisação de contratações do Minha Casa Minha Vida, afirmou nesta quinta-feira a associação que representa o setor, Abramat.

Para 2018, a entidade prevê recuperação nas vendas após quatro anos de retração, com crescimento de 1 a 2 por cento.

"A expectativa de um ano de crescimento do comércio e início de recuperação do mercado de edificações e de infraestrutura, nos faz prever que em 2018, após 4 anos, o setor volte a crescer", disse Walter Cover, presidente da Abramat, em nota.

(Por Gabriela Mello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos