Bolsas

Câmbio

Opep vê maior oferta de rivais em 2018, em contraste com cortes e crise na Venezuela

LONDRES (Reuters) - A Opep elevou sua previsão para a oferta de petróleo de não integrantes do cartel em 2018, uma vez que preços elevados encorajam os produtores de xisto dos Estados Unidos a extraírem mais, atenuando em parte os impactos do pacto do bloco e da Rússia para reduzir um excesso de produção e o colapso do setor na Venezuela.

Em um relatório mensal divulgado nesta quinta-feira, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) disse que produtores de fora do cartel devem elevar a oferta em 1,15 milhão de barris por dia (bpd) neste ano, acima dos 990 mil bpd esperados anteriormente.

"Preços altos do petróleo estão trazendo mais oferta ao mercado, particularmente da América do Norte e especialmente de xisto", disse a Opep no relatório.

(Por Alex Lawler)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos