Bolsas

Câmbio

Rede de lojas de brinquedos Ri Happy pede registro para IPO

SÃO PAULO (Reuters) - A Ri Happy, que se apresenta como maior varejista de brinquedos e artigos infantis do Brasil em vendas, pediu registro para sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

A operação, que incluirá ofertas primária (papéis novos) e secundária (ações detidas por atuais sócios), terá o BTG Pactual como coordenador líder, junto como Credit Suisse, Itaú BBA, Bradesco BBI, Goldman Sachs e BB Banco de Investimentos.

Segundo o prospecto preliminar divulgado nesta terça-feira, os acionistas vendedores incluem fundos de investimento administrados pela norte-americana Carlyle, que controla a Ri Happy.

O plano de IPO da Ri Happy acontece após recentes pedidos feitos nos últimos meses pelo Grupo SBF, controlador da rede de lojas de artigos esportivos Centauro, e pela Blau Farmacêutica. A processadora de pagamentos PagSeguro, do grupo de Internet UOL, deve precificar seu IPO nesta terça-feira, nos EUA.

Os recursos a serem captados na oferta primária da Ri Happy serão usados para expansão e investimento em lojas, projetos estratégicos e reforço do balanço e melhoria na estrutura de capital. A empresa, fundada em 1988, tem 259 lojas em 25 Estados do país.

A companhia afirmou que pretende continuar sua política de aquisições "de maneira oportunista e complementar à base atual, mantendo a disciplina na seleção das empresas alvo...Nossos alvos preferenciais de aquisição são empresas líderes regionais, em especial no varejo de artigos para bebês."

A Ri Happy teve lucro líquido de 16,4 milhões de reais em 2017, após prejuízo de 6,5 milhões em 2016 e resultado positivo de 26,7 milhões em 2015, segundo o prospecto. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado foi de 140,7 milhões de reais no ano passado, ante 112 milhões em 2016 e 148,6 milhões.

Já a dívida líquida da Ri Happy fechou 2017 em 195,3 milhões de reais, queda de 12,6 por cento sobre 2016. A relação de dívida líquida sobre Ebitda no período passou de 2 para 1,39 vezes, segundo o prospecto.

(Por Aluísio Alver e Alberto Alerigi Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos