Bolsas

Câmbio

Dow Jones e S&P 500 têm maior queda diária em cinco meses, pressionados por ações da Apple

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - Wall Street recuou de recordes nesta segunda-feira, com os índices Dow Jones e S&P 500 marcando a maior queda diária em cerca de cinco meses, pressionados por quedas nas ações da Apple.

O índice Dow Jones caiu 0,67 por cento, a 26.439 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,67 por cento, a 2.854 pontos. O índice Nasdaq recuou 0,52 por cento, a 7.466 pontos.

O Dow Jones e o S&P 500 tiveram as maiores quedas diárias percentuais desde 5 de setembro. O S&P 500 ainda acumula valorização de 6,7 por cento desde o final de 2017.

Os papéis Apple caíram 2,1 por cento depois de informações de que a empresa reduzirá pela metade a produção do iPhone X. A empresa deve divulgar resultados na quinta-feira.

"O mercado está respondendo à questão sobre como serão os números da Apple, especificamente que tipo de orientação eles vão dar sobre as vendas do iPhone X", disse Bucky Hellwig, vice-presidente da BB & T Wealth Management.

O índice de tecnologia do S&P caiu 0,9 por cento e foi o maior peso sobre o indicador geral que vinha acumulando a sequência mais forte de ganhos desde 2016,

O indicador de volatilidade Cboe, amplamente utilizado em análises de curto prazo sobre as ações nos EUA, adicionou 2,76 pontos, ou quase 25 por cento, a 13,84, o fechamento mais alto desde 18 de agosto.

(Por Stephen Culp)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos