Bolsas

Câmbio

Volkswagen enfrenta pedidos de inquérito sobre teste de fumaça de diesel com macacos

Por Jan Schwartz e Edward Taylor

FRANKFURT (Reuters) - O conselho de supervisão da Volkswagen pediu um inquérito imediato sobre quem encomendou testes em que macacos foram expostos a fumaça de diesel tóxicos, enquanto o governo alemão disse que tais estudos eram injustificáveis.

"Farei todo o possível para garantir que este assunto seja investigado em detalhes", disse o presidente do Conselho da Volkswagen, Hans Dieter Poetsch, nesta segunda-feira.

"Quem é responsável por isso deve, naturalmente, ser responsabilizado", disse Poetsch em resposta à informações que o New York Times publicou na sexta-feira de que montadoras alemãs usaram uma organização chamada Grupo de Pesquisa Europeu sobre Ambiente e Saúde no Setor dos Transportes (EUGT, na sigla em inglês) para realizar os testes.

O estudo, realizado em 2014, foi projetado para defender o diesel após revelações de que a fumaça de escapamento do combustível eram cancerígenos, informou o jornal.

A Reuters não pôde confirmar imediatamente os detalhes e o propósito do estudo e a EUGT, que foi dissolvida no ano passado, não pôde ser contatada para comentar o assunto.

A organização recebeu todo o seu financiamento da VW, Daimler e BMW, disse o NYT.

(Por Jan Schwartz e Edward Taylor)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos