Bolsas

Câmbio

Crescimento da França atinge máxima de 6 anos em 2017 com alta do investimento e exportações

Por Leigh Thomas

PARIS (Reuters) - A economia da França encerrou 2017 com o desempenho mais forte em seis anos uma vez que a expansão no quarto trimestre foi impulsionada pelo investimento empresarial e pelas exportações, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira.

O Produto Interno Bruto da França cresceu 0,6 por cento entre outubro e dezembro na comparação com o trimestre anterior, quando a expansão foi de 0,5 por cento, informou a agência de estatísticas INSEE.

A leitura, que ficou em linha com as expectativas de economistas, significa que em 2017 como um todo a economia cresceu 1,9 por cento, registrando o melhor ano desde 2011.

O ministro das Finanças, Bruno Le Maire, citou o aumento da confiança do consumo e das empresas desde a eleição do presidente Emmanuel Macron em maio, e as reformas adotadas desde então.

"De acordo com os últimos indicadores, essa tendência deve permanecer em 2018", disse Le Maire em comunicado.

No quarto trimestre, o crescimento dos gastos dos consumidores desacelerou a 0,3 por cento sobre os três meses anteriores, mas os investimentos empresariais ajudaram a compensar com uma expansão de 1,5 por cento.

No geral, a demanda doméstica contribuiu com 0,5 ponto percentual para o crescimento no trimestre, enquanto a redução de estoques pelas empresas subtraiu 0,5 ponto.

O comércio exterior contribuiu com 0,6 ponto percentual para a expansão do PIB graças ao aumento mais forte das exportações desde o segundo trimestre de 2010.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos