Bolsas

Câmbio

EXCLUSIVO-México prevê primeiro leilão de shale até o fim de 2018

Por Marianna Parraga e David Alire Garcia

CIDADE DE MÉXICO (Reuters) - O México espera realizar o primeiro leilão de petróleo e gás de shale até o fim de 2018, disse o chefe da agência reguladora do setor de petróleo do país à Reuters nesta quarta-feira, potencialmente abrindo uma das maiores reservas mundiais de energia não convencional para investidores estrangeiros.

O rápido aumento do petróleo e do gás produzido das reservas de shale nos Estados Unidos na última década revolucionou a indústria de energia do país, reverteu o declínio da produção e contribuiu para uma redução acentuada nos preços globais da energia.

Muitos outros países têm reservas de shale, mas não conseguiram replicar o sucesso dos Estados Unidos. A empresa estatal de petróleo do México, Pemex, realizou algumas perfurações nas reservas de shale do país, mas produziu pouco.

A agência reguladora do setor está aguardando autorização do Ministério de Energia para realizar o leilão, disse o chefe da autarquia, Juan Carlos Zepeda.

"Estamos esperando o ministério para estabelecer o cronograma específico", disse ele. O cronograma provisório "seria atribuir os blocos antes do final deste ano".

A bacia de Burgos, no nordeste do México, seria uma das áreas em oferta, disse Zepeda. Burgos faz parte de uma grande formação geológica rica em reservas de petróleo e gás que inclui a gigantesca região de shale da Eagle Ford nos Estados Unidos.

O México liberalizou seu setor de energia em 2014 e, desde então, realizou nove leilões para campos de petróleo e gás tanto em terra quanto no mar. Nenhum desses leilões incluiu campos de shale.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos