Bolsas

Câmbio

Fed deve manter taxa de juros ao final do mandato de Janet Yellen

Por Ann Saphir

WASHINGTON (Reuters) - O Federal Reserve deve manter a taxa de juros nesta quarta-feira e sinalizar um aperto gradual da política monetária neste ano uma vez que a economia dos Estados Unidos continua a expandir e os ganhos de trabalho permanecem sólidos.

Os investidores vão se focar na avaliação do banco central dos Estados Unidos sobre a inflação, que permanece abaixo da meta de 2 por cento, nos riscos que ele vê ao seu cenário econômico e em qualquer avaliação sobre o impacto da reforma tributária da administração Trump sobre o crescimento.

O Fed divulgará seu comunicado às 17h (horário de Brasília). A reunião de política monetária será a última de Janet Yellen como chair do banco central norte-americano.

A economia criou cerca de 10 milhões de vagas de trabalho e o desemprego caiu para a mínima de 17 anos de 4,1 por cento durante o mandato de quatro anos de Yellen, enquanto os juros subiram lentamente dos níveis próximos de zero adotados para combater a recessão de 2007-2009.

O próximo chair do Fed, Jerome Powell, tem trabalhado de perto com Yellen e aceita a visão dela de que manter a taxa de juros em uma trajetória lenta de alta permitirá que o desemprego caia mais, levando os trabalhadores de volta ao mercado de trabalho e fomentando um crescimento mais forte dos salários.

Com o início do mandato de Powell muito próximo, analistas não esperam uma mudança dramática do Fed nesta quarta-feira.

"Por que mudar a atual mensagem e possivelmente influenciar a opinião do mercado de uma maneira ou de outra pouco antes de Powell assumir?", disse Lou Brien, analista do DRW.

"Não acho que Powell vai mudar a direção da política monetária em março, mas é justo dar a ele a chance de começar do zero."

O Fed elevou os juros três vezes no ano passado e projeta outras três altas em 2018. Mas essa projeção, amplamente aceita em Wall Street, dependerá da contínua aceleração da inflação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos