Bolsas

Câmbio

Dólar tem leve queda ante cesta de moedas e operadores aguardam próximos dados dos EUA

Por Tommy Wilkes

LONDRES (Reuters) - O dólar operava com leve queda ante uma cesta de moedas nesta quinta-feira depois que o Federal Reserve disse que a inflação deve subir neste ano, mas, com um esperado aperto monetário já precificado, os operadores estão aguardando para ver se os próximos dados dos Estados Unidos darão à moeda mais do que um alívio breve.

O dólar, que está preso perto das mínimas de três anos depois de seu pior desempenho mensal desde meados de 2016, chegou a avançar durante o pregão asiático antes de devolver esses ganhos.

Operadores disseram que os dados do relatório de emprego nos Estados Unidos a ser divulgado na sexta-feira, assim como uma série de outros indicadores econômicos, terão que ser fortes para ajudar a impulsionar o dólar.

A moeda norte-americana tem encontrado dificuldades neste ano uma vez que o esperado aperto monetário em outras partes do mundo, junto com um crescimento econômico global mais forte, encoraja os investidores e colocar mais dinheiro em outros lugares, e particularmente de volta na zona do euro.

O Fed deixou inalterada a taxa de juros na quarta-feira, mas disse que a inflação deve acelerar este ano, aumentando as expectativas de que os custos de empréstimo continuarão a subir sob o comando do novo chair, Jerome Powell.

Contra uma cesta de moedas, o dólar tinha queda de 0,1 por cento, a 89,044 às 8h45 (horário de Brasília). Ele tocou a mínima de três anos de 88,438 nesta semana.

Já o euro avançava 0,14 por cento, a 1,2439 dólar.

"Não apenas já existe um bom nível de aperto monetário precificado, como a recuperação econômica sincronizada e a ainda muito presente incerteza econômica nos EUA...sugerem que a força do dólar (vista mais cedo) não deve se transformar em uma tendência", dissesram analistas do ING.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos