Bolsas

Câmbio

Bitcoin cai conforme vendas de criptomoedas se intensificam

Tommy Wilkes e Gertrude Chavez-Dreyfuss

LONDRES/NOVA YORK, 2 Fev (Reuters) - As criptomoedas caíram nesta sexta-feira, com o bitcoin indo abaixo de 8 mil dólares e marcando a maior perda semanal desde dezembro de 2013, à medida que cresciam preocupações com repressão regulatória global.

As moedas saíram das mínimas, mas analistas disseram que a venda generalizada provavelmente não acabou.

A queda desta semana trouxe o valor de mercado total das criptomoedas para cerca de 400 bilhões de dólares, metade da máxima alcançada em janeiro, de acordo com a Coinmarketcap.com.

O bitcoin, maior e mais conhecida moeda virtual, caiu 15 por cento nesta sexta-feira para a mínima de dois meses, a 7.625 dólares na bolsa BTStamp, em Luxemburgo. A moeda virtual caiu quase 25 por cento nesta semana e quase 40 por cento em 2018.

A segunda e terceira maiores moedas virtuais, Ethereum e Ripple, também mergulharam mais de 20 por cento, informou a Coinmarketcap.com. A Ethereum recuou 18,2 por cento, para 913,37 dólares, enquanto a Ripple caiu 16,7 por cento, a 0,80 dólar.

Na véspera, a Índia prometeu erradicar o uso de criptomoedas, acompanhando a China e a Coreia do Sul na promessa de proibir partes do mercado onde os preços cresceram nos últimos anos.

O Facebook FB.O informou que esta semana proibiria anúncios de criptomoedas porque muitos estavam associados à práticas promocionais enganosas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos