Bolsas

Câmbio

IGP-DI desacelera alta a 0,58% em janeiro com menor pressão no atacado

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) desacelerou a alta a 0,58 por cento em janeiro após ter fechado dezembro com avanço de 0,74 por cento diante da menor pressão dos preços no atacado, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

A leitura do primeiro mês do ano ficou abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters junto a economistas de avanço de 0,65 por cento.

De acordo com a FGV, em janeiro o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-DI), que responde por 60 por cento do indicador todo, registrou alta de 0,58 por cento contra 1,07 por cento em dezembro.

No mês, os preços dos Produtos Agropecuários no IPA-DI tiveram queda de 0,52 por cento, depois de subirem 0,81 por cento em dezembro, enquanto os Produtos Industriais desaceleraram a alta a 0,94 por cento, de 1,15 por cento.

A pressão ao consumidor por outro lado aumentou no início de 2018 uma vez que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-DI) acelerou a alta a 0,69 por cento no período, de 0,21 por cento em dezembro. O IPC-DI corresponde a 30 por cento do IGP-DI.

O resultado de janeiro do IPC-DI teve como principal influência o avanço de 1,23 por cento nos preços do grupo Alimentação, contra 0,27 por cento em dezembro, com destaque para hortaliças e legumes.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI) avançou 0,31 por cento em janeiro depois de subir 0,07 por cento no mês anterior.

O IGP-DI é usado como referência para correções de preços e valores contratuais. Também é diretamente empregado no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) e das contas nacionais em geral.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos