Bolsas

Câmbio

CCR cria comitê independente para investigar suposto envolvimento da empresa em corrupção

SÃO PAULO (Reuters) - A concessionária de rodovias CCR anunciou nesta quinta-feira a criação de um comitê independente que vai investigar a suposta participação da empresa em esquema de corrupção, depois de denúncias publicadas na imprensa.

Na sexta-feira, o jornal O Globo publicou que o empresário Adir Assad disse em delação premiada, dentro da operação Lava Jato, que teria pago comissão ao ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, em esquema de corrupção que teria envolvimento do grupo CCR.

O comitê será formado pelos conselheiros independentes da CCR Luiz Alberto Colonna Rosman e Wilson Nério Brumer e por uma ou mais pessoas do meio jurídico e institucional. Além disso, será assessorado por um ou mais escritórios de advocacia, nacionais e internacionais, e por empresa de auditoria, disse a empresa.

"Ao final de suas atividades, o comitê independente deverá apresentar suas conclusões diretamente ao conselho de administração, para que este possa deliberar quanto às medidas necessárias", disse a CCR em fato relevante.

(Por Raquel Stenzel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos