Bolsas

Câmbio

Receitas da B3 crescem no 4º tri, mas resultado financeiro pressiona lucro

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A B3 teve receitas maiores no quarto trimestre, favorecida por volumes crescentes de negócios no mercado financeiro, mas uma piora no resultado financeiro ditou leve piora no lucro do período.

A operadora de estrutura de mercado anunciou nesta quinta-feira que seu lucro líquido recorrente somou 635,8 milhões de reais no período, 5,6 por cento menos ante mesma etapa de 2016.

Numa mão, o resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização, na sigla em inglês) ajustado somou 672,9 milhões de reais entre outubro e dezembro, aumento de 12,2 por cento ano a ano. A margem Ebitda subiu 2,9 pontos percentuais, para 66,6 por cento.

O movimento refletiu sobretudo a expansão de 7,9 por cento da receita líquida, para 1,033 bilhão de reais. Por linhas de negócio, no segmento BM&F as receitas totais subiram 9,3 por cento, enquanto a da Bovespa cresceu 12,2 por cento. A unidade de gravames de financiamento de veículos teve 11,5 por cento. O segmento outras receitas mostrou avanço de 9,8 por cento.

Em contrapartida, a B3 viu queda de 3,2 por cento na receita média por contrato na BM&F, ao mesmo tempo em que as margens de negociação e pós-negociação caíram 2,1 por cento na Bovespa, movimentos explicados pela maior participação de investidores locais e dos de alta frequência, que pagam menos.

No segmento de gravames de veículos financiados, a fatia de mercado da B3 caiu 10 pontos percentuais, para 65,2 por cento, já que a empresa não operou o sistema para Minas Gerais.

A B3 também teve despesas 34,3 por cento maiores na comparação ano a ano, para 589,4 milhões reais. Excluindo o ágio devido à união com a Cetip, na fusão que deu origem ao grupo, a despesa teria caído 8,3 por cento.

Segundo a B3, a redução do resultado financeiro em decorrência da menor posição de caixa e do aumento do endividamento também pesaram na última linha do resultado.

O resultado financeiro atingiu 134,2 milhões em 2017, queda de 44,8 por cento ante o ano anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos