Bolsas

Câmbio

Senador diz que governo tem travado criação de CPI da Eletrobras no Congresso

SÃO PAULO (Reuters) - O senador Hélio José (Pros-DF), que recolheu assinaturas para criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dedicada a analisar a real situação financeira da Eletrobras e a proposta de privatização da companhia, disse que sua iniciativa tem sido travada pelo governo federal.

O governo do presidente Michel Temer anunciou em agosto passado a intenção de desestatizar a Eletrobras, e o objetivo das autoridades é concluir o processo ainda em 2018.

De acordo com Hélio José, que protocolou o pedido de criação da CPI no início de fevereiro, a instalação da comissão não tem avançado porque seu requerimento ainda não foi lido pelo presidente do Senado.

"Lamentavelmente, já faz quatro semanas do protocolo desta CPI e até agora não houve a leitura do requerimento", afirmou o parlamentar, de acordo com a Agência Senado.

Procurado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse por meio da assessoria de imprensa que não vai comentar as declarações do senador Hélio José.

O Palácio do Planalto já enviou ao Congresso Nacional uma medida provisória e um projeto de lei sobre a privatização da Eletrobras.

Os textos ainda não foram apreciados, mas grupos liderados principalmente por partidos de esquerda têm se movimentado e criado frentes parlamentares para tentar travar o avanço do processo de privatização da elétrica.

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos