Bolsas

Câmbio

Empresas de tecnologia pressionam ações da China em meio a preocupações com protecionismo dos EUA

XANGAI (Reuters) - Os mercados acionários da China caíram nesta quarta-feira, pressionados pelas empresas de tecnologia uma vez que os temores de protecionismo dos Estados Unidos ofuscaram dados fortes de produção industrial e de investimento na China, enquanto uma repressão regulatória sobre especulação afetou ainda mais o apetite de risco.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,44 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,57 por cento.

A produção industrial da China cresceu muito mais rápido do que o esperado no início do ano, sugerindo que a economia pode estar ganhando força mesmo com o presidente dos Estados Unidos, Donaldo Trump, preparando fortes tarifas contra um dos principais motores de seu crescimento, a tecnologia.

Tarifas sobre as exportações de tecnologia podem potencialmente afetar o segmento do setor industrial da China, uma área que os líderes do país querem promover conforme buscam um crescimento econômico de "maior qualidade".

Trump busca impor tarifas sobre 60 bilhões de dólares de importações chinesas pelos EUA e vai mirar os setores de tecnologia e telecomunicações, informou a Reuters na terça-feira.

O índice de startups de tecnologia ChiNextp caiu 1,7 por cento. Empresas de telecomunicações e tecnologia da informação também perderam terreno, com o índice que monitora as principias ações de telecomunicações recuando 1,2 por cento.

No restante da região, os mercados também registraram perdas uma vez que os investidores mostraram preocupação com a ameaça de novas tarifas pelos EUA sobre importações chinesas.

Às 7:29 (horário de Brasília), o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,33 por cento.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,87 por cento, a 21.777 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,53 por cento, a 31.435 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,57 por cento, a 3.291 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,44 por cento, a 4.073 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,34 por cento, a 2.486 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,51 por cento, a 11.038 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,40 por cento, a 3.539 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,66 por cento, a 5.935 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos