Bolsas

Câmbio

EUA pressionam China a reduzir superávit comercial em US$100 bi, diz Casa Branca

WASHINGTON (Reuters) - A administração de Donald Trump está pressionando a China a reduzir o seu superávit comercial com os Estados Unidos em 100 bilhões de dólares, disse uma porta-voz da Casa Branca nesta quarta-feira, esclarecendo um tuíte na semana passada do presidente norte-americano.

Na quarta-feira passada, Trump escreveu no Twitter que a China foi convidada a desenvolver um plano para reduzir seu desequilíbrio comercial com os Estados Unidos em 1 bilhão de dólares, mas a porta-voz disse que Trump tinha a intenção de dizer 100 bilhões de dólares.

A porta-voz da Casa Branca recusou-se a fornecer mais detalhes sobre como o governo gostaria que a China atinja esse objetivo --se o aumento das compras de produtos norte-americanos como soja ou aeronaves seria suficiente, ou se quer que a China faça grandes mudanças em suas políticas industriais, reduza os subsídios às empresas estatais ou reduza ainda mais a capacidade de aço e alumínio.

O pedido ocorre no momento em que a administração Trump estaria preparando tarifas sobre as importações de tecnologia de informação, telecomunicações e produtos de consumo de até 60 bilhões de dólares no âmbito de uma investigação dos EUA sobre as práticas de propriedade intelectual da China.

Também não está claro se a redução solicitada de 100 bilhões de dólares atendem às queixas dos EUA sobre as políticas de investimento da China que efetivamente exigem que as empresas norte-americanas transfiram tecnologia para parceiros de joint venture chinesas para obter acesso ao mercado.

(Por David Shepardson)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos