ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Paper Excellence eleva oferta por Fibria para R$71,50 por ação, diz fonte

15/03/2018 22h20

Por Carolina Mandl e Rodrigo Viga Gaier

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Paper Excellence elevou oferta pela maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo, a brasileira Fibria de 67 para 71,50 reais por ação, em uma tentativa de superar a proposta feita pela rival Suzano Papel e Celulose, informou uma fonte com conhecimento do assunto nesta quinta-feira.

A proposta foi entregue na quarta-feira, afirmou a fonte, que pediu anonimato devido à sensibilidade do assunto. A Paper Excellence, controlada pela família Wijaya, que também controla a indonésia Asia Pulp & Paper Company, ainda precisa apresentar documentos relacionados ao financiamento da proposta e à oferta de pagamento de uma multa de 1,2 bilhão de dólares para os controladores da Fibria caso o negócio não seja concretizado.

As ações da Fibria encerraram nesta quinta-feira cotadas a 71,56 reais, com oscilação negativa de 0,3 por cento. Os papéis da Suzano fecharam em queda de 2,5 por cento, a 23,40 reais.

A proposta da Paper Excellence envolve aquisição da participação de 58,5 por cento detida na Fibria pelos acionistas controladores da empresa, BNDES Participações e Votorantim. A fonte afirmou ainda que o grupo asiático vai estender a oferta aos acionistas minoritários.

Com o novo preço, a oferta da Paper Excellence avalia a Fibria em 39,6 bilhões de reais, excluindo dívida, segundo cálculos da Reuters. O valor da oferta da Suzano, que pretende uma fusão com a Fibria, não está claro, afirmaram fontes à Reuters.

Outras duas fontes próximas das discussões afirmaram que apesar da elevação da oferta do grupo asiático, "um acordo entre Suzano e Fibria pode ser anunciado amanhã (sexta-feira)".

Além da participação na Fibria, o BNDES detém fatia de cerca de 7 por cento na Suzano. Uma união entre Fibria e Suzano criará uma empresa com capacidade de produção de cerca de 11 milhões de toneladas de celulose de mercado por ano, mais que o dobro da segunda maior do segmento, a International Paper, segundo dados da empresa de consultoria e engenharia Poyry.

Antes de fazer oferta pela Fibria, a Paper Excellence entrou no Brasil por meio da aquisição da Eldorado Brasil, no ano passado em oferta de 15 bilhões de reais. Segundo os dados da Poyry, a Paper Excellence tem capacidade de cerca de 2 milhões de toneladas de celulose de mercado por ano. A Eldorado Brasil tem capacidade anual de 1,5 milhão e planos para elevar esse número para mais de 5 milhões.

O BNDES pediu à Paper Excellence para provar que a oferta pela Fibria tem financiamento antes de tomar uma decisão, afirmaram as fontes.

Representantes da Paper Excellence e da Votorantim Participações não comentaram o assunto. O BNDES não pode se manifestar até a publicação desta reportagem.

(Com reportagem adicional de Tatiana Bautzer)

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia