Bolsas

Câmbio

S&P cai pela 4ª sessão seguida com pressão de intimação de Mueller

Por April Joyner

NOVA YORK (Reuters) - O S&P 500 fechou com leve queda nesta quinta-feira após uma reportagem citar que o procurador especial dos Estados Unidos, Robert Mueller, emitiu uma intimação para documentos relacionados aos negócios do presidente dos EUA, Donald Trump, compensar fortes dados de empregos e produção industrial.

O Dow Jones subiu 0,47 por cento, a 24.873 pontos, o S&P 500 perdeu 0,08 por cento, a 2.747 pontos, e o Nasdaq Composite recuou 0,2 por cento, a 7.481 pontos.

O S&P caiu para a mínima da sessão logo após a reportagem do New York Times ser divulgada, mas recuperou boa parte de suas perdas até o fechamento do mercado. O índice caiu pelo quarto dia consecutivo, sua maior sequência de perdas desde dezembro.

O Dow reduziu ganhos, mas também fechou em ligeira alta pela primeira vez em quatro dias.

À medida que a temporada de resultados se encerra, desenvolvimentos políticos, como a saída do secretário de Estado Rex Tillerson nesta semana, têm influenciado significativamente a direção dos índices acionários dos EUA.

"O mercado está procurando algo para morder para tirá-lo de sua faixa de negociação", disse Mark Luschini, estrategista-chefe de investimentos da Janney Montgomery Scott.

Mais cedo, o S&P havia aberto com ganhos depois de dados do governo mostrarem que o número de pedidos de auxílio-desemprego caiu na semana passada, indicando um forte mercado de trabalho. Pesquisas de manufatura do Fed de Nova York e da Filadélfia também apontavam para um aperto no mercado de trabalho.

Ele também ganhou um impulso após Peter Navarro, o principal assessor da Casa Branca para comércio internacional, dizer em entrevista à CNBC que a abordagem rígida de Trump com relação ao comércio global, incluindo as tarifas sobre importações de metais, não necessariamente provocaria retaliação.

(Por April Joyner; reportagem adicional de Sruthi Shankar)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos