ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Toys 'R' Us planeja fechar todas as lojas nos EUA e fornecedores ficam no limbo

15/03/2018 20h00

Por Tracy Rucinski e Abinaya Vijayaraghavan

(Reuters) - A rede norte-americana de lojas de brinquedos Toys 'R' Us pediu nesta quinta-feira ao Tribunal de Falências dos EUA aprovação para parar de pagar seus fornecedores enquanto tenta buscar compradores para seus negócios internacionais antes da esperada liquidação de suas operações nos Estados Unidos.

O plano da emblemática varejista de brinquedos de liquidar estoque e fechar ou vender lojas nos EUA colocou em risco 30 mil postos de trabalho e deixou os fornecedores sem saber para onde enviar mercadorias embarcadas em navios e caminhões e se vão receber pelos produtos, disseram advogados na audiência no tribunal nesta quinta-feira.

A decisão de liquidar suas operações nos EUA veio após a empresa não conseguir encontrar um comprador ou fechar um acordo com credores para sair da recuperação judicial.

Com os compradores se voltando para a Amazon.com e as crianças preferindo smartphones e outras telas em vez de brinquedos, a Toys 'R' Us vinha lutando para impulsionar vendas e pagar dívida após ter sido adquirida por uma empresa de private equity em 2005 por 6,6 bilhões de dólares.

Em uma audiência no Tribunal de Falências dos EUA em Virgínia, o advogado da Toys 'R' Us, Joshua Sussberg, disse que a empresa está trabalhando para evitar qualquer contágio da liquidação dos negócios nos EUA nas operações internacionais que a empresa está tentando vender.

Parte desse esforço significa separar o negócio dos EUA das operações internacionais para garantir que os produtos possam chegar às lojas no Canadá, Europa e Ásia, onde a empresa estará avaliando propostas nas próximas semanas.

Mas os advogados de fornecedores disseram que não sabiam se eles serão pagos.

Kenneth Eckstein, advogado em nome do comitê de credores não garantidos, classificou a liquidação "extremamente decepcionante e triste" e ressaltou que centenas de fornecedores, milhares de funcionários e milhões de clientes vão sofrer.

"Esta é a maior e mais rápida deterioração de um varejista", disse ele.

A Toys 'R' Us, a última grande varejista dos EUA focada exclusivamente em brinquedos, planeja vender os estoques das 735 lojas dos EUA até o final deste ano.

Por Tracy Rucinski e Abinaya Vijayaraghavan

(Reuters) - A rede norte-americana de lojas de brinquedos Toys 'R' Us pediu nesta quinta-feira ao Tribunal de Falências dos EUA aprovação para parar de pagar seus fornecedor","image":"","date":"15/03/2018 20h03","kicker":"Reuters"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="economia/economia">

Mais Economia