Bolsas

Câmbio

Anistia Internacional acusa Shell e Eni de negligência em derramamentos na Nigéria

Por Paul Carsten

ABUJA (Reuters) - A Anistia Internacional divulgou nesta sexta-feira acusações de negligência por parte da Shell e da Eni em relação a derramamentos na Nigéria.

Descrevendo tais ações como "negligência grave", a Anistia disse que as empresas estavam "levando semanas para responder aos relatórios de derrames e publicando informações enganosas sobre a causa e a gravidade dos derrames, o que pode resultar em comunidades sem compensações".

Um porta-voz da Shell disse que as alegações da Anistia "são falsas, sem mérito e não reconhecem o complexo ambiente em que a empresa opera".

Já uma porta-voz da Eni disse que as declarações do grupo de direitos "não são corretas e, em alguns casos, não são aceitáveis", acrescentando que forneceu uma resposta detalhada às alegações da Anistia.

A Shell e a Eni têm sido durante décadas duas das principais empresas de petróleo que operam na região do Delta do Níger.

(Reportagem adicional de Libby George, em Londres)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos