Bolsas

Câmbio

Reestruturação na Caterpillar pode cortar mais 880 empregos

CHICAGO, Estados Unidos (Reuters) - A Caterpillar fechará duas instalações no Estado norte-americano do Texas e no Panamá e também está considerando fechar fábrica de motores no Estado de Illinois como parte de uma estratégia para impulsionar a rentabilidade e lidar melhor com os ciclos do mercado, mas a reestruturação pode cortar 880 empregos.

O fechamento das fábricas, que foi anunciado internamente nos últimos dois meses, foi confirmada à Reuters por uma representante da empresa nesta sexta-feira.

A mudança afetará a fábrica de ferramentas em Waco, no Texas, e o centro de demonstração no Panamá.

A maior fabricante de equipamento pesado do mundo saiu ano passado da maior crise de sua história, quando as vendas caíram mais de 40 por cento entre 2012 e 2016.

Separadamente, a unidade da Caterpillar Progress Rail está contemplando o fechamento de fábrica de motores em LaGrange, Illinois, transferindo atividades para Winston-Salem, na Carolina do Norte.

"Se a decisão sobre LaGrange for tomada, o fechamento impactará aproximadamente 600 posições de tempo integral relacionadas diretamente à fabricação de motores", disse a representante da Caterpillar.

O trabalho na unidade do Texas será transferido para Wamego, no estado do Kansas, afetando 200 posições regulares, e o fechamento da instalação no Panamá vai eliminar quase 80 postos de trabalho, disse a representante.

Desde 2013, a Caterpillar cortou seus ativos em construção, energia e transporte em mais de 4 bilhões de dólares.

(Por Rajesh Kumar Singh)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos