Bolsas

Câmbio

BNDES deve contratar consultorias para estudos de privatização da Eletrobras, diz PPI

BRASÍLIA (Reuters) - O conselho do Programa de Parceria de Investimentos do governo federal (PPI) aprovou nesta segunda-feira (19) resolução que define os papéis da Eletrobras, do Ministério de Minas e Energia e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no processo de privatização da estatal do setor elétrico, disse o secretário especial do PPI, Adalberto Vasconcelos.

O BNDES deverá contratar consultorias especializadas para realizar os estudos econômicos e financeiros para a desestatização, adicionou o secretário.

O processo será coordenado e terá a governança definida pelo Ministério de Minas e Energia, enquanto à Eletrobras caberá a emissão de ações prevista na privatização, que diluirá o governo para uma fatia minoritária na companhia de energia.

"O BNDES fará a contratação dos estudos econômicos e financeiros para fazer a avaliação da Eletrobras. E algumas dessas funções que estão mais em uma segunda etapa, como a contratação de serviço de assessoria para fazer a emissão das ações, essa fica a cargo da Eletrobras?, disse Vasconcelos a jornalistas, após reunião do PPI.

O governo do presidente Michel Temer tem prometido concluir a operação de privatização ainda em 2018. Na mesma reunião, o PPI aprovou a inclusão de 31 novos projetos no plano de concessões do governo federal.

Deste total, a maior parte virá do setor elétrico, com um leilão, previsto para o segundo trimestre, que oferecerá a concessão para a construção e futura operação de 24 lotes de linhas de transmissão, que devem demandar investimentos de cerca de R$ 9 bilhões.

Serão ao total quase 4.000 km de linhas passando pelos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Amazonas, Tocantins, Pará, Roraima, Maranhão, Bahia, Sergipe, Alagoas, Ceará, Pernambuco, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) abriu na semana passada uma audiência pública sobre o edital do leilão de transmissão. O órgão regulador prevê realizar a licitação em 28 de junho.

O PPI também confirmou que entraram para a lista de concessões sete terminais portuários, sendo três em Cabedelo (PB), dois em Santos (SP) e dois em Suape (PE), conforme publicado mais cedo pela Reuters com informação de uma fonte.

(Reportagem de Leonardo Goy)

Dicas para economizar energia

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos