Bolsas

Câmbio

Ministro da Energisa saudita diz que IPO da Aramco pode acontecer ainda em 2018

WASHINGTON (Reuters) - A Arábia Saudita pode ainda levar em frente uma iniciativa de oferta pública (IPO, na sigla em inglês) para a petroleira estatal Saudi Aramco em uma bolsa internacional como as de Londres ou Nova York na segunda metade de 2018, apesar de dúvidas anteriores de que poderia ser adiado, disse o Ministro de Energia saudita Khalid al-Falih nesta quinta-feira.

Falih contou à Reuters, em entrevista feita em Washington, que a gigante do petróleo poderia ser lançada domestica ou internacionalmente mais tarde neste ano. Nova York ainda está na corrida pelo IPO, mas autoridades sauditas ainda precisam pesar o risco de potenciais "processos frívolos" em sua decisão final.

"Nós preparamos toda a documentação para estarmos prontos para fazer ambas as listagens doméstica e internacional", disse Falih. "Nós não fechamos a porta em 2018".

A Arábia Saudita está planejando listar até 5 por cento da Saudi Aramco em iniciativa de oferta pública que pode valorizá-la até 2 trilhões de dólares e torná-la a maior petroleira do mundo por capitalização de mercado.

Apesar de comentários feitos pelo ministro no início deste mês, de que a Aramco era importante demais para arriscar ser listada nos Estados Unidos devido a preocupações com litígios, como processos existentes contra petroleiras rivais por seu papel na mudança climática, ele disse que ainda considera Nova York para o IPO.

Desafios legais poderiam surgir de uma lei norte-americana que permitiriam as vítimas dos EUA de ataques militantes a processar governos estrangeiros por compensações.

(Por Timothy Gardner e Valerie Volcovici)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos