Bolsas

Câmbio

Produtores de petróleo e gás da Ásia retomam atividades após longa trégua

KUALA LUMPUR (Reuters) - Produtores de petróleo e gás da Ásia estão começando a retomar projetos mirando deflacionar as crescentes importações de energia após investimentos secarem na sequência da crise atravessada pela indústria em 2014.

Os gastos até agora têm sido puxados principalmente por estatais de petróleo como a indiana ONGC , a tailandesa PTTEP e a PetroVietnam, que precisam produzir mais petróleo e gás para garantir a segurança energética de seus países, disseram executivos nesta semana durante um evento da indústria em Kuala Lumpur, na Malásia.

A Ásia, é de longe, o maior consumidor de petróleo e o de mais rápido crescimento, mas ainda assim sua produção está caindo mais rapidamente do que em qualquer outra região. Esse desalinhamento mais do que dobrou a conta de importação da Ásia para cerca de 500 bilhões de dólares no ano passado, na comparação com níveis do ano 2000.

Com os preços do petróleo de volta acima dos 60 dólares por barril e em momentos flertando com o nível de 70 dólares por barril, fornecedores de serviço em campos de petróleo dizem que há apetite renovado para produtores gastarem e para importadores cortarem contas de importação ao investir em produção.

(Por Florence Tan, Emily Chow e A. Ananthalakshmi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos