Bolsas

Câmbio

Alemão Weidmann diz que diversidade de pontos de vista é força o BCE

FRANKFURT (Reuters) - O provável candidato alemão a se tornar o próximo presidente do Banco Central Europeu (BCE) defendeu nesta segunda-feira as diferenças de política monetária entre os que definem a taxa de juros, ao reafirmar sua expectativa para uma alta no ano que vem.

Jens Weidmann, que é considerado por alguns países da zona do euro como muito conservador devido a suas críticas à política monetária ultrafrouxa do BCE sob o comando de Mario Draghi, elogiou a "diversidade de pontos de vista" no Conselho do BCE.

"Eu acho que a diversidade de pontos de vista é uma força", disse ele em um evento em Viena. "Enquanto concordarmos com o objetivo, certamente não pode ser uma coisa ruim discutir a maneira certa de chegar lá."

Em um discurso amplamente político, Weidmann repetiu sua oposição a mais divisão de dinheiro na zona do euro para garantir depósitos bancários ou ajudar governos em dificuldades até que os bancos limpem seus balanços, e a mais compartilhamento de soberania.

Ele também reiterou sua visão de que as expectativas do mercado de uma alta dos juros em meados do próximo ano "não é completamente irreal".

(Por Francesco Canepa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos