Bolsas

Câmbio

Meirelles diz que decidirá candidatura até o próximo dia 3 de abril

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta terça-feira que espera decidir se deixará a pasta para concorrer nas eleições deste ano até o próximo dia 3, repetindo que analisará uma série de dados e contexto político para tomar uma posição.

Meirelles elogiou ainda sua equipe no Ministério da Fazenda ao participar de evento sobre a privatização da Eletrobras. Segundo ele, há pessoas de "primeiríssima qualidade" para serem escolhidas para ocuparem a chefia da pasta caso decida concorrer no pleito deste ano.

Entre os nomes já ventilados para assumir o cargo, estão os dos secretários Mansueto de Almeida (Acompanhamento Fiscal) e Eduardo Guardia (Secretaria Executiva).

No mesmo evento, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, foi questionado se tinha interesse em assumir o Ministério da Fazenda, mas respondeu apenas que estava satisfeito em sua pasta e que "qualquer coisa diferente disso é uma decisão do presidente (Michel) Temer".

Meirelles vem repetindo há muito tempo que decidiria no início de abril se deixa o cargo para disputar a Presidência nas eleições de outubro ou se permaneceria no posto até o fim do governo de Michel Temer.

Na segunda-feira, entretanto, o governo bateu cabeça sobre seu futuro após afirmações de que ele iria se filiar ao MDB e deixar o ministério nos próximos dias, inclusive com o presidente Michel Temer voltando atrás para afirmar que apenas "existem conversas".

(Reportagem de Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos