ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

EUA abrem investigação sobre acidente fatal com carro da Tesla e ações da empresa caem

28/03/2018 12h31

Por David Shepardson

(Reuters) - Um acidente fatal envolvendo um veículo da Tesla Model X, perto de Mountain View, na Califórnia, na semana passada, provocou uma investigação federal, disse o Conselho Nacional de Segurança de Transporte dos EUA na terça-feira.

As ações da empresa, que caíram 8,2 por cento na véspera, após o anúncio da investigação, recuavam mais 6 por cento nesta sessão.

A Moody's Investors Service rebaixou na terça-feira o rating de crédito da Tesla para B3 de B2. A Moody's disse que os ratings "refletem o significativo déficit na taxa de produção do veículo elétrico Model 3 da empresa". Também "enfrenta pressões de liquidez devido ao seu grande fluxo de caixa livre negativo e aos vencimentos pendentes de títulos conversíveis".

A Moody's disse que a Tesla está visando a produção semanal de 2.500 veículos Model 3 até o final de março e 5.000 por semana até o final de junho, abaixo das expectativas de produção de 5.000 por semana até o final de 2017 e 10.000 no fim de 2018. Tesla planeja fornecer uma atualização sobre a produção do Modelo 3 na próxima semana.

No acidente da semana passada não ficou claro se o sistema de controle automatizado da Tesla estava dirigindo o carro. O acidente envolveu dois outros veículos, de acordo com as autoridades. Os veículos da Tesla têm um sistema chamado Autopilot que assume algumas tarefas de direção. O motorista da Tesla, de 38 anos, morreu em um hospital próximo logo após o acidente.

Na terça-feira, a Tesla disse em um post que "ainda não se sabe o que aconteceu nos momentos que antecederam o acidente", mas dados adicionais mostram que os proprietários de veículos Tesla passaram pelo mesmo trecho da estrada com o piloto automático ligado "aproximadamente 85.000 vezes... e nunca soubemos de nenhum acidente".

"Ficamos profundamente tristes com este acidente, e oferecemos nossa total cooperação às autoridades enquanto trabalhamos para estabelecer os fatos do incidente", afirmou a Tesla em um comunicado anterior.

(Por David Shepardson)

Mais Economia