Bolsas

Câmbio

Petrobras confirma que estuda alternativas à hibernação de fábricas de fertilizantes

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou que estuda "alternativas" à hibernação das fábricas de fertilizantes em Sergipe (Fafen-SE) e Bahia (Fafen-BA), embora tenha reafirmado que ainda trabalha para desligar as plantas até 31 de outubro.

"Está em avaliação a criação de comissões a serem formadas por representantes dos governos de Sergipe e da Bahia, das federações das indústrias dos dois Estados e da Petrobras, para que sejam encontradas alternativas à hibernação, desde que nāo haja prejuízos para a Petrobras", disse a estatal em comunicado ao mercado nesta quarta-feira.

Anteriormente, a hibernação estava prevista para ocorrer até o fim do primeiro semestre, mas a conclusão da operação foi adiada em meio a pressão dos Estados, que temem impactos nas economias locais.

Na terça-feira, o CEO da petroleira, Pedro Parente, já havia dito estar "disposto a conversar" sobre o assunto.

"Gostaria muito de encontrar uma saída que atendesse a essa questão sem subsídios. É importante que os Estados engajem nessa discussão porque não vamos fazer com subsídios", afirmou o executivo durante audiência na Câmara dos Deputados, em Brasília.

A decisão pela hibernação das unidades, que consiste na parada de produção com a adoção de medidas de conservação dos equipamentos, foi anunciada em 20 de março, como parte da estratégia da petroleira estatal de deixar o setor de fertilizantes.

(Por José Roberto Gomes)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos