ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Planalto confirma Esteves Colnago no Planejamento e Dyogo Oliveira no BNDES

02/04/2018 07h35

(Reuters) - O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, deixará o ministério para assumir o cargo de presidente do BNDES, confirmou no domingo o presidente Michel Temer, em nota divulgada pelo Palácio do Planalto.

O atual secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Esteves Colnago, vai assumir a pasta no lugar de Dyogo Oliveira, segundo a nota. Colnago é economista, mestre em Ciências

Econômicas pela Universidade de Brasília e especialista em Contabilidade Pública.

Antes do Ministério do Planejamento, atuou no Ministério da Fazenda como coordenador da Secretaria de Política Econômica, coordenador-geral, diretor de programa e secretário-executivo adjunto, segundo informações de seu currículo.

Dyogo Oliveira ficará a cargo da presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) depois da saída de Paulo Rabello de Castro, na semana passada. Rabello, que é filiado ao PSC, pretende ser candidato à Presidência da República na eleição de outubro, e a legislação determina que aqueles que têm cargo no Executivo e disputarão a eleição precisam deixar seus cargos até 7 de abril.

Além da troca no Planejamento, o governo também deve oficializar nesta semana a nomeação de Eduardo Guardia para substituir Henrique Meirelles no comando do Ministério da Fazenda assim que o ministro decidir pela desincompatibilização para disputar as eleições. Guardia é o atual secretário-executivo da pasta.

Entre as mudanças no ministério por conta das eleições, Temer dará posse mais tarde nesta segunda-feira a Gilberto Occhi na Saúde e a Valter Casimiro Silveira na pasta de Transportes, Portos e Aviação Civil.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Mais Economia