ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

PPSA realiza 1º carregamento de petróleo da União, extraído do campo de Mero

02/04/2018 11h50

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA) realizou, no fim de semana, o primeiro carregamento de petróleo da União, extraído do campo de Mero, no pré-sal da Bacia de Santos, informou nesta segunda-feira a companhia, responsável por representar os direitos da União nos contratos de partilha de produção.

Foram carregados cerca de 250 mil barris de petróleo, comercializados com a Petrobras, como parte de um contrato anunciado em março, que previa a venda de 500 mil barris para a estatal. Um segundo carregamento, de mais 250 mil barris de petróleo, está previsto para ocorrer no início de maio.

O campo de Mero pertence à área de Libra, primeira a ser licitada sob regime de partilha, em 2013. A Petrobras é operadora do ativo, em parceria com a anglo-holandesa Shell, a francesa Total e as chinesas CNPC e Cnooc.

As próximas vendas de petróleo da União, de acordo com a PPSA, serão feitas via leilão, na bolsa de valores paulista B3.

A expectativa do governo federal é arrecadar neste ano 1 bilhão de reais com a comercialização de petróleo e gás da União produzidos no pré-sal sob regime de partilha de produção.

Segundo anunciado anteriormente pela PPSA, em uma única sessão pública serão leiloados três contratos para a produção futura de petróleo da União proveniente de Mero, Lula e Sapinhoá, que poderão ser adquiridos por um único comprador ou por empresas diferentes.

Os acordos de individualização da produção de Lula e Sapinhoá, entretanto, ainda dependem de aprovação da ANP para se tornarem efetivos, disse a PPSA.

Os vencedores irão adquirir toda a produção do respectivo campo durante um ano, remunerando a União a cada retirada de carga de acordo com a proposta de preços ofertada no leilão, baseada no Preço de Referência do Petróleo, da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), do mês da entrega do petróleo.

(Por Marta Nogueira)

Mais Economia