Bolsas

Câmbio

Índices acionários da China recuam com preocupações renovadas sobre guerra comercial

Swati Pandey

XANGAI (Reuters) - Os mercados acionários da China recuaram nesta terça-feira, em meio aos renovados temores de um guerra comercial depois que Pequim divulgou medidas comerciais retaliatórias contra os Estados Unidos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,62 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,85 por cento.

A China elevou tarifas em até 25 por cento sobre 128 produtos dos Estados Unidos, de carne suína congelada e vinho a certas frutas e nozes, ampliando a disputa entre as duas maiores economias do mundo em resposta à tarifas norte-americanas sobre as importações de aço e alumínio.

As ações relacionadas à agricultura contrariam a tendência e avançaram 0,47 por cento, uma vez que investidores acreditam que essas empresas vão se beneficiar das medidas de retaliação de Pequim, com os produtores de suínos avançando com força em particular.

No restante da região os mercados apresentaram fraqueza diante dos temores sobre a guerra comercial e das preocupações com as empresas de tecnologia.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,09 por cento às 7:36 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,45 por cento, a 21.292 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,29 por cento, a 30.180 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,85 por cento, a 3.136 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,62 por cento, a 3.862 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,07 por cento, a 2.442 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,61 por cento, a 10.821 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,54 por cento, a 3.412 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,13 por cento, a 5.751 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos